Templo é destaque no Prêmio Inovação em Arquitetura 2017 da RAIC

7r42sus1fmn4nmya

Ao pé da Cordilheira dos Andes, perto de Santiago, no Chile, está o Templo Bahá’í da América do Sul. Desenhado pelo arquiteto Hariri Pontarini, de Toronto, o templo abobadado foi recentemente distinguido com o Prêmio Inovação em Arquitetura 2017 da RAIC, que reconhece um projeto de inovação arquitetônica excepcional – desde pesquisa e desenvolvimento até o uso aplicado de tecnologia nova ou existente.

Após 14 longos anos de produção, o templo foi finalmente concluído em 2016. O júri de três membros elogiou a estrutura como “um legado para futuros projetos para a profissão”.

exe5x4se2dns3rub

A universalidade da fé bahá’í foi essencial para o projeto do templo, que não faz referência à iconografia religiosa específica e inclui nove entradas para “receber simbolicamente pessoas de todas as direções da terra”.

Projetado através de esboços, modelos físicos e tecnologia digital, a cúpula apresenta nove nozes idênticas e bem torcidas que formam um símbolo de oração e um espaço de meditação.

“A estrutura do templo consiste em três seções principais: uma base de concreto de dois andares composta pelo porão com um túnel de serviço, o chão e um mezanino; Uma superestrutura de aço composta de nove alas idênticas, de 30 metros de altura ou véus; E os isoladores sísmicos que separam as partes de edifício abaixo da classe daquelas acima. As superestruturas das asas são formadas por centenas de membros de aço de perfil esbelto únicos e de conexões nodais. “

Veja mais fotos da estrutura:

390bz84tw61i5nre hq886mevfkl8h3sp sblmoeptfy0mcd10 xgcbv1hsgb2xb5bt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


7 + = 13

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>