Os braços de Veneza

hands-1

Um dos pontos altos da Bienal de Veneza de 2017 é a monumental instalação de 9 metros de altura, no exterior do luxuoso Hotel Ca’ Sagredo. Dois enormes braços emergem, entre gôndolas e casais apaixonados, das águas do Grand Canal.

A obra, intitulada Support, foi realizada por um dos mais renomados escultores contemporâneos – Lorenzo Quinn. O projeto é patrocinado pela cidade de Veneza e promovido pela Halcyon Gallery, com o apoio do  Ca ‘ Sagredo Hotel.

Quinn é conhecido por usar as partes do corpo humano, especialmente as mãos, em suas esculturas.  Sua obra apresenta um aspecto peculiar e preocupante, que nos transmite uma sensação de medo, ao ressaltar a fragilidade e delicadeza da vida, diante da surpreendente força da natureza.

O aquecimento global vem provocando aumento do nível dos oceanos e pode deixar vários destinos turísticos debaixo d’água – incluindo a cidade de arte flutuante, Veneza, na Itália, seguramente, uma das mais charmosas e românticas do mundo. “Eu queria esculpir o que é considerado a parte mais difícil e tecnicamente mais desafiadora do corpo humano, a mão. A mão tem poder – o poder de amar, odiar, criar e destruir”, declara o escultor Lorenzo Quinn.

Support ficará exposta até o dia 26 de novembro, data de encerramento da Bienal de Veneza e nos convida à reflexão. Confira:

artist

hands-4 lorenzo-quinn-artiast lorenzo8 lorenzo3 lorenzo2 (1)lorenzo1 quinn-venice- Venice_SUPPORT_1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− 4 = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>