Rio de Janeiro recebe obras de arte à céu aberto

Até o dia 5 de novembro, o Rio de Janeiro expõe obras do americano Daniel Arsham e do japonês Azuma Makoto, no Aterro do Flamengo.

Intitulado Jardim Zen do Futuro, o trabalho de Daniel Arsham teve inspiração na cultura japonesa e envolveu a construção de um jardim zen que emoldura o Pão de Açúcar. Ali, artefatos contemporâneos foram petrificados e enfeitam o espaço. O “jardim azul” reinterpreta um ambiente antigo, importante na cultura japonesa como refúgio para meditação e contemplação. Aqui, o artista adorna a paisagem de areia com artefatos contemporâneos “petrificados” de sua prática, sugerindo um contraste entre o antigo e o moderno.

daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-01 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-02 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-03 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-04 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-05 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-06 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-07 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-08 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-09 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-010 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-011 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-012 daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-013

Já Azuma Makoto exibe seu repertório com as plantas no Retângulo de Flores. Composta por espécies cultivadas em um campo aberto, a instalação capturará os estágios de decomposição das flores, que poderão ser vistas de cima graças a plataformas erguidas no local. O jardim decompõe-se em campo aberto.  Makoto imaginou a peça como uma forma de agricultura reversa à medida que as flores são plantadas para “morrer”. O trabalho simbólico alude à contemplação budista da vida e da morte, da impermanência e da temporalidade material.

daniel-arsham-blue-garden-rio-de-janeiro-designboom-013 oi-futuro-azuma-makoto-1 oi-futuro-azuma-makoto-2 oi-futuro-azuma-makoto-3 oi-futuro-azuma-makoto-4 oi-futuro-azuma-makoto-5

“Azuma Makoto criou uma forma de arte muito singular, que explora o efêmero das plantas e flores colocadas nos mais variados contextos geográficos. Daniel Arsham explora a simulação do presente projetado no futuro na forma de ruína. Esse contraste entre o que entra em decomposição e o que é o resquício é uma metáfora forte dos nossos tempos”, avalia Marcello Dantas.

Fontes: DesignBoom e Revista Casa Cláudia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 5 = 11

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>